Como limpar o cache de URL no Facebook
Como limpar o cache de URL no Facebook
Como limpar o cache de URL no Facebook

Você é analista de mídias sociais, acabou de escrever um post super bacana para o seu cliente e ainda montou uma arte perfeita para o post. Publicou no portal ou blog do cliente, copiou a URL e colou no campo de post no FB.  Em segundos o Facebook carregou a imagem e o título do artigo, isso graças as metas tag’s “og” que o desenvolvedor do site configurou muito bem. Você espera que sim!

Nesse exato momento de colar a URL no campo de post, você percebe que poderia melhorar o título do artigo ou encontrou um erro na imagem e até na descrição do texto.  Alterou as informações, e colou novamente a URL. É nesse momento que bate o aperto no coração e a paciência dá sinais de esgotamento. As informações não mudam no Facebook.

Isso ocorre porque o Facebook armazena em cache as informações da área de post, mesmo sem você ter enviado de fato ao clicar no botão postar. Ou seja, o Facebook grava tudo o que você digita e compartilha, mesmo você não tendo enviado. Devido a tecnologia ajax, isso seria para facilitar a velocidade de processamento e postagem das informações.

Mas e daí? Como faço para corrigir isso?

Calma, vou chegar lá. Para corrigir isso, o Facebook oferece no link abaixo uma ferramenta para limpar esse cache:

https://developers.facebook.com/tools/debug

Basta colar a url no campo indicado e clicar em Debug. Como na figura abaixo.

Como limpar o cache de URL no Facebook
Como limpar o cache de URL no Facebook

Caso não limpe, clique em Scrape Again. Comigo leva cerca de dois minutos para limpar. Acesse novamente a página do Facebook e cole a URL corrigida do seu site. E pronto!

Como limpar o cache de URL no Facebook
Como limpar o cache de URL no Facebook
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Formado em jornalismo e mídias digitais, mas trabalho com tecnologia há quase vinte anos. Crítico musical há quinze, já escrevi para algumas publicações no Brasil e em Portugal. Há onze anos sou jornalista responsável pelo portal Metal Zone. Quantos anos nesse parágrafo... Faço parte de “trocentas” redes sociais, instalo e fuço todo o tipo de apps, frameworks e plugins. Coleciono celulares e toda hora quero um gadget novo. Sou fã incondicional do Google e sua lista de quinquilharias: Buzz, Orkut, Android, Picasa, etc... Leitor e colecionador de Stephen King, Nelson Rodrigues, Vertigo e Bukowiski. Ouvia muito Iron Maiden, Helloween, Megadeth, Type O Negative e Engenheiros do Hawaii, atualmente ouço mais AC/DC, Metallica, Matanza, Lenine e Paradise Lost. Mas ouço diversos estilos de música audível: Jazz, Blues, Rock Nacional, Death Metal, Heavy Metal, Thrash Metal, Doom, Punk, Hardcore, MPB, Música Erudita, Bossa Nova e por ai vai... Considero-me amante da fotografia, só que clico mais shows. Geralmente quando faço a cobertura do evento para o Metal Zone. Adoro Jornada nas Estrelas, Guerras nas Estrelas, Arquivo X, Dexter, House e Supernatural. Filmes de ficção científica, terror, suspense e comédias. Assisto muito Shoptime, Discovery Chanel e algumas novelas (risos). Coleciono Box de séries, action figures, CDs, LPs, HQs, livros, miniaturas e por ai vai. Sempre dou pitaco nos jogos de futebol e pego no pé dos torcedores, mas não manjo nada de Futebol. Sou comprador assíduo de CDs, livros, revistas e eletrônicos, mas assíduo MESMO! Sou Católico e Fluminense por convenção, ou seja, já tenho as respostas certas para as perguntas comuns: - Qual time você torce e qual a sua religião? Ainda que devoto de São Jorge e Nossa Senhora Aparecida. E tenho interesse grande por religiões afro-brasileiras e cultura indígena sul americana, celta e nórdica. Também nutro um carinho especial pelo campeonato inglês e alguns times como: Santos, Internacional, Liverpool e Chelsea. Coleciono camisas de times e bandas de rock. Trabalho com comunicação e marketing digital além de desenvolvimento web há mais de dez anos. Recentemente montei uma empresa no esquema chique de home-office, com CNPJ e tudo o mais. Já atendo uma gama razoável de clientes. Tento há anos terminar um livro de ficção científica pós apocalíptica. Como tento também abraçar um monte de projetos ao mesmo tempo. Inclusive uma banda de Gângster-Splatter-Hardcore-Metal chamada Líquidos Cadavéricos. Esse nome eu tirei de um livro de medicina há muitos anos. Sonho em aprender a jogar poker, ter uma moto Honda Shadow 750C e cruzar a América do Sul e o México até a fronteira com os Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.