Solteiros: Dicas para Ceia no Natal e Fim de Ano

Não sou nada família. E também não me reúno com familiares nas festividades do final de ano, mas gosto muito do ambiente e principalmente das comidas! Também não gosto de bagunça e estou longe de passar minha virada de ano em Copacabana: NUNCA!

Prefiro chamar alguns amigos para a ceia, com uma boa comida, boa música e a tranquilidade do meu apartamento.
Se você, assim como eu mora sozinho e pretende fazer uma reunião com amigos em casa, saiba que é muito simples comprar alguns ingredientes, boa bebida e fazer pratos simples e saborosos.

O mês de dezembro é quente no Rio de Janeiro, mas é infernalmente quente e muitas vezes chuvoso. Então é interessante optar por pratos mais leves, sobremesas à base de frutas e muita bebida.

Para a minha reunião de Ano Novo decidi fazer poucos pratos. Entre eles estão:

1. Tender Assado – Quem não gosta de presunto?
2. Lombo de Porco Assado – Um lombo maravilhoso e cheio de temperos e um molho….Hun…kkkk;
3. Salpicão – Uma salada gelada;
4. Arroz: com Vinho Branco, Nozes e Amêndoas;
5. Salada de Lentilha – Não poderia faltar esse tradicional prato;
6. Salada de Frutas – Nada mais refrescante do que uma salada de frutas carregada.
7. Sorvete de Frutas

Agora vou escrever a lista dos ingredientes para cada um dos pratos e na sequencia o modo de preparo. Muitos desses pratos eu fiz ao longo do ano como teste e combinam perfeitamente com a data.
Tender

O Tender é dos pratos mais fáceis do mundo. Vou assá-lo com fatias de abacaxi. Mas estou na dúvida se corte ele em rodelas e depois asso com fatias de abacaxi por cima, ou se faço os tradicionais cortes na peça e insiro as fatias do abacaxi. Minha ideia depois é pegar as fatias assadas de abacaxi e passa-las em uma mistura de açúcar e canela. Já comeram abacaxi assado com açúcar e canela?

Lombo de Porco
• 1 Lombo de Porco
• 10 Batatinhas
• Suco de 4 Laranjas
• Trouxinha de Tomilho
• 10 Cebolinhas
• Mel
• Cerveja Importada
• Tomilho Fresco

Modo de Fazer:

1. Dourar o Lombo com alho e cebola em azeite quente;
2. Adicionar uma colher de mel;
3. Depois de selado, transferir para uma travessa de vidro;
4. Adicionar 1 litro de água;
5. Fazer 4 trouxinhas de gases com tomilho fresco dentro;
6. Acomodar as trouxinhas nos cantos;
7. Assar por 40 minutos;
8. Adicionar a garrafa de cerveja por cima do lombo;
9. Adicionar as batatas e as cebolinhas;
10. Assar por mais 30 minutos;
11. Finalizar com o suco de laranja para caramelizar;

Salpicão

Ingredientes:

o 1 Pimentão Verde
o 1 Pimentão Amarelo
o 1 Pimentão Vermelho
o 2 Cenouras Raladas
o 100g Azeitona Verde – Picada
o 100g de Azeitona Preta – Picada
o 2 Cebolas
o Batata palha
o Passas Pretas
o Passas Brancas
o Damasco
o Milho
o 150g de presunto (cubos)
o Ervilha Congelada (a de lata é horrível)
o Palmito
o Maionese
o Champignon
o Salsão
o 1 colher de Mostarda
o Tomate seco
o Lombo Canadense
o Metade de 1 Tender

Modo de Fazer:

1. Passar no processador:
• 2 Cenouras;
• Cebola;
• Salsão
2. Cortar os pimentões bem finos;
3. Cortar o presunto, o tender e o lombo canadense em cubos pequenos;
4. Misturar todos os ingredientes em uma tigela grande;
5. Incluir 4 colheres de sopa de maionese;
6. Incluir 1 colher de mostarda;
7. Pimenta Síria;
8. Regar tudo com azeite
Arroz com Vinho Branco

Ingredientes:

• Arroz
• Vinho
• Nozes
• Amêndoas
• Cebola
• Alho

Antes de fazer o arroz, deixe as nozes e as amêndoas assarem por 5 minutos no forno pré-aquecido.

Faça o arroz normalmente, ou seja, 1, 2 ou 3 xícaras de arroz. Lave o arroz e deixe escorrer toda a água. E em uma panela com azeite ou óleo bem quente, doure a cebola e o alho. Adicione o arroz e frite até secar a umidade. Para cada xícara de arroz eu coloco 1 copo de 350ml de água.

Mas como usarei o Vinho Branco, eu costumo adicionar o primeiro copo de água e depois a mesma medida de Vinho Branco. Utilize um vinho branco que você beba. Não compre um vinho branco mais barato para fazer o seu prato.
Depois que o vinho e a água secarem, adicione as nozes e as amêndoas. Adicione mais um copo de água e deixe cozinhar até a água evaporar.

Lentilha

Ingredientes:
• 1 xicara de lentilha
• ½ Tomate
• ½ Pimentão
• ½ Cebola
• Vinagre
• Azeite
• Limão
• Sal

Modo de Fazer:

1. Cozinhar a lentilha;
2. Picar o tomate, pimentão e cebola;
3. Temperar com azeite, limão, vinagre e sal

Salada de Frutas
o Kiwi
o Mamão
o Maça
o Maça Verde
o Uvas
o Morango
o Manga
o Pera
o Abacaxi
o Melão
o Banana
o Suco Pêssego em Caixa

Modo de Fazer:

1. Cortar todas as frutas;
2. Colocar em um recipiente;
3. Incluir o suco de pêssego;

Bebidas

Em um supermercado aqui perto da minha casa comprarei algumas cervejas importadas e espumantes feitos a partir de cervejas importadas. Não esquecendo refrigerantes e sucos de frutas mesmo. Não use sucos de caixinha.

Coxinhas Gourmet, sem lactose, sem ovos e sem glúten

Coxinhas da Vovó

Há um bom tempo eu tento de alguma forma montar um negócio, como tenho uma personalidade empreendedora, já tentei várias coisas.
Nunca escondi de ninguém minha paixão pela culinária. E sempre pensei em fazer algo nessa área. Comecei pensando na febre do brigadeiro gourmet e depois em cupcake.

 

Mas na onda dos salgadinhos, a nossa tradicional coxinha foi eleita a rainha do momento. Em diversas partes do Brasil o tradicional salgadinho feito com massa de trigo e recheado com frango desfiado e temperado ganhou diversas caras.
Pensando nessa oportunidade de negócio e prazer gastronômico, meu amigo Henrique e eu criamos a Coxinhas da vovó para lembrarmos os quitutes deliciosos e tradicionais.
Mas a tradicional coxinha ganhou novas roupagens. Amassa ficou mais leve e nutritiva e inventamos novos recheios que incrementaram o salgadinho.
Entre os sabores criamos temos o tradicional frango e o mais pedido que o de calabresa. Ainda temos o de muçarela, provolone, palmito, carne seca entre outros.

Coxinha de Calabresa
Mas não foram somente os recheios que ganharam novas roupagens. A massa do salgadinho também ficou mais saudável e acompanhou as novas tendências para quem possui alguma dieta restritiva.
Na nossa “Coxinhas da Vovó” fazemos as massas sem uso de leite e ovos. Não usamos esses ingredientes nem para empanar os salgadinhos. Temos massas sem glúten, que são feitas com fécula de arroz, batata e mandioca. Algumas massas podem ser enriquecidas com cenoura, espinafre e beterraba. Temos massa à base de grão de bico, arroz integral, linhaça, aveia e por ai vai…
Nossos recheios são pré cozidos, processados e depois que as coxinhas estão prontas congelamos imediatamente.

 

Coxinhas da Vovó

 

Cinco alimentos que melhoram a visão

Especialista recorre ao bom senso da população e diz que, geralmente,

o que engorda e faz mal à saúde também prejudica a visão

bostonvegfestPor causa do calor tropical, ou ainda por causa dos votos do fim de ano, os primeiros meses de 2014 são os mais indicados para abandonar velhos hábitos que fazem mal à saúde e adotar uma dieta equilibrada, cortando carboidratos, gordura trans, carne vermelha, embutidos, sal e açúcar. Praticamente, tudo o que faz mal à saúde e à boa forma prejudica também a visão. Mas, pensando exclusivamente na saúde dos olhos, é possível ingerir alimentos que de fato contribuem para enxergar bem. De acordo com o oftalmologista Renato Neves, diretor-presidente do Eye Care Hospital de Olhos, em São Paulo, determinados alimentos têm o poder de retardar ou ainda atenuar doenças oculares. A seguir, o especialista aponta cinco alimentos que têm o poder de melhorar a visão.

1. Cenouras e alimentos de cor laranja

“É de conhecimento popular que comer cenoura faz bem aos olhos. E é verdade. Tanto cenouras quanto as demais frutas e legumes de cor alaranjada. Isso porque o betacaroteno, que é um antioxidante natural, é uma das formas indiretas de se obter a vitamina A que contribui com que a retina e outras partes do olho funcionem sem problemas. Vale ressaltar que tanto a cenoura quanto a abóbora contêm também muita vitamina C – ótimo para a saúde em geral.”

2. Folhas verdes

“Saladas de folhas verdes são uma ótima opção não só para o verão, mas para todo o ano. Afinal, principalmente as verduras de tonalidade verde-escuro, como espinafre, couve e brócolis, contêm antioxidantes que protegem os olhos, reduzindo os danos provocados pelos radicais livres. Por conter luteína e zeaxantina, contribuem bastante para reduzir o risco de degeneração macular e catarata. Além disso, esses dois poderosos antioxidantes contribuem para diminuir o desconforto com relação ao brilho, melhoram o contraste e também podem aumentar o alcance visual.”

3. Ovos

“Além de também ser uma fonte privilegiada de luteína e zeaxantina, a gema contém zinco, que contribui igualmente para reduzir o risco de degeneração macular relacionada à idade (DMRI). Como os danos oxidativos à retina são um relevante fator de risco para a DMRI, esse tipo de antioxidante pode, então, prevenir danos celulares e a perda gradual da visão.”

4. Frutas vermelhas e cítricas

“Essas frutas são ricas em vitamina C – que também tem um papel fundamental na prevenção de doenças oculares. Por serem poderosos antioxidantes, atuam na prevenção de doenças oculares e também impedindo a progressão de doenças já instaladas, como o glaucoma. De todo modo, além de adotar uma dieta rica nesse tipo de alimento, é importante consultar um especialista e fazer o tratamento indicado.”

5. Peixes

“Ricos em ômega-3 e ômega-6, os peixes que fazem bem à saúde ocular são aqueles geralmente servidos em restaurantes japoneses: salmão, atum, truta, além de anchovas e cavala. Por conterem ácido graxo, atuam na prevenção da Síndrome do Olho Seco. Mas, como também são ricos em vitaminas A, B6, B12, C, D e E, além de minerais, oferecem outros tantos benefícios à saúde ocular e à saúde geral como um todo.”

Neves diz, ainda, que as receitas devem levar mais castanhas, linhaça e óleo de canola – já que também evitam a síndrome do olho seco, muito frequente nas grandes cidades e na terceira idade.

Fonte: Dr. Renato Augusto Neves, cirurgião-oftalmologista com mais de 60 mil cirurgias realizadas, diretor-presidente do Eye Care Hospital de Olhos (SP) e autor do livro Seus Olhos. (www.eyecare.com.br)

Homus Tahine Picante

Homus Tahine Picante Filipe Souza
Homus Tahine Picante Filipe Souza

A palavra Homus é de origem árabe e significa apenas “grão-de-bico”. Simples não é? Mais simples ainda é essa receita que eu adaptei de diversas outras que pesquisei pela internet.

Não sou uma pessoa de seguir receitas ao pé da letra, gosto de adaptar e vivo adaptando! E não seria diferente com um dos meus acompanhamentos favoritos. Então vamos deixar de papo furado e indo direto ao ponto.

Vou indicar os ingredientes para uma porção pequena de Homus, cerca de 300 gramas. Pois nos meus testes eu fiz mais de 1 quilo. É… Exagerei! Mas congelei e aos poucos fui usando.

Ingredientes:
– 2 xícaras de grão-de-bico cozidos;
– 400 gramas de sementes de gergelim (Para fazer o Tahine);
– 5 colheres de sopa de Tahine;
– 3 cebolas pequenas;
– 5 dentes de alho;
– Suco de 3 limões
– ½ de xícara de azeite;
– 2 colheres de sopa de Molho de Pimenta Árabe;
– Pimenta do Reino;
– Pimenta Síria
– Cominho;
– 1 Pitada de Sal
– 2 xícaras da água do cozimento do grão-de-bico

 

Modo de Preparo

– Tahine

Tahine Filipe Souza
Tahine Filipe Souza

O Tahine nada mais é do que uma pasta de gergelim. Eu já comprei o gergelim torrado, mas deixei as sementes torrarem mais um pouco na frigideira. O ponto certo de tirar é quando os grãos começam a exalar um aroma de amendoim.

Em seguida passei as sementes do gergelim no processador usando o triturador. Aquela peça que tem duas lâminas parecidas com facas. Joguei as 400 gramas dentro do processador e deixei no máximo. Demorou quase 20 minutos para o gergelim começar a soltar o óleo.

Como sou impaciente, esquentei no micro-ondas ½ xícara de água por 1minuto em potencia máxima. E fui jogando aos poucos. Algumas pessoas na internet criticam o uso de água nesse processo, dizem que a pasta fica amarga. Honestamente não percebi diferença no gosto. Para mim ficou bom e normal.

E em 15 minutos todo o gergelim já tinha se tornado uma pasta, separei cerca de cinco colheres de sopa para o Tahine e congelei o que sobrou.

Para a etapa seguinte cozinhei o grão-de-bico por quase duas horas. Calma que eu posso explicar. Morro de medo de usar panela de pressão. Já tive uma experiência muito ruim, mas se você tem coragem. Manda ver! Acho que fica pronto em 20 minutos na pressão.

Enquanto o grão-de-bico cozinhava soquei os alhos e processei junto com as cebolas. Deixei reservado.
Peguei o grão-de-bico e processei e aos poucos e fui colocando a água. Quando começou a se tornar uma pasta, fui adicionando a cebola, as cinco colheres de tahine, os temperos, o sal, o azeite e o limão.

Em um primeiro momento não adicionei o molho de pimenta árabe e nem o cominho. Experimentei e ficou sem graça. Então adicionei as cinco colheres de molho de pimenta árabe. Ficou excelente! Guardei em um pote uma parte e reservei.

Dividi a quantidade de homus em dois potes, um com cominho e outro sem. E para acompanhar usei pão francês torrado, pão de forma torrado e o tradicional pão árabe.

Kibe de Forno com Carne de Soja

 

Kibe de forno feito com Carne de Soja
Kibe de forno feito com Carne de Soja

O inverno carioca se confunde facilmente com a primavera em outras regiões da América do Sul. Aqui no Rio de Janeiro não faz frio. A temperatura mais baixa que atingiu nesse inverno chegou aos 13°, longe  do frio absurdo que cobre as regiões mais ao sul do Brasil. Mas o pouco do frio que se faz aqui já é mais do que convidativo para uma tarde na cozinha.

No último dia dos pais resolvi cozinhar em casa. Depois do tradicional almoço fiz kibe de forno para o lanche da tarde. Então testei uma receita que não levasse carne.

No sábado fui à Casa Pedro no centro do Rio. Abasteci nossa dispensa com especiarias e principalmente a Proteína de Soja, que é popularmente conhecida como Carne de Soja. Comprei um tipo de Proteína que não é um torrão e sim uma farofa. E no domingo do dia dos pais meti a mão na massa literalmente.

Seguem os ingredientes para o Kibe de Forno:

3 xícaras de Carne de Soja (Proteína de Soja)
4 xícaras de Trigo para Kibe
2 xícaras de água morna
2 xícaras de água
1 Ramo de Hortelã
1 Ramo de Cheiro-Verde
2 Cebolas Grandes
2 Limões Médios
4 colheres de sopa de margarina
Azeite
Pimenta do Reino
Pimenta Síria
Sal

Primeiramente você precisa hidratar a Proteína de Soja. Aqueci as duas xícaras de água no micro-ondas por um minuto na potencia máxima. Depois joguei sobre a proteína e deixei por cerca de 10 minutos.

Em seguida hidratei o trigo de Kibe com as duas xícaras de água em temperatura ambiente. Deixei o trigo e a proteína de soja descansando.

Enquanto o trigo para Kibe e a proteína de soja descansavam em suas águas, tratei de mandar para o processador a cebola, a hortelã e o cheiro verde. Processei bem todos eles e os despejei em um recipiente para que depois recebessem o trigo e a soja.

Passado os 10 minutos, o trigo de Kibe já inchou o suficiente. Com uma peneira ou mesmo com a força das mãos esprema bem o trigo para que solte a água e fique no mínimo úmido. Não sou muito ditador com esse processo. Basta retirar o excesso de água e já está muito bom. Faça o mesmo procedimento para a proteína de soja. Remova o excesso de água.

Depois de tirar a água do trigo para kibe e da proteína de soja, leve-os para o processador e deixe a máquina triturar e misturar bem.

Agora misture o trigo para kibe, a proteína de soja com os outros ingredientes que estavam reservados. Misture-os muito bem. Tempere com a pimenta do reino, pimenta síria, limão e sal.

Como não usamos carne bovina na receita, adicionei as quatro colheres de sopa de margarina na mistura toda. Ela fará o mesmo papel que a gordura da carne bovina faria, ou seja, manter os ingredientes unidos. Pensei depois em usar gordura vegetal ou mesmo fazer uma manteiga mais natural, quem sabe em uma próxima receita?

Agora que todos os ingredientes estão misturados basta colocar em um tabuleiro e levar para o forno pré-aquecido em 180° ou 200° e deixar assar por uns 20 minutos.