Filipe Souza - Estratégias Digitais - BLOG

Stephen King – Novembro de 63

Stephen King - Novembro de 63É inacreditável como Stephen King consegue fazer uma viagem no tempo que não usa nenhum aparato tecnológico e ainda assim parecer fantástica. As paginas me prenderam e o enredo é cheio de ação o tempo todo.

A singular viagem no tempo contada pelo autor começa no interior dos EUA quando um professor em 2011 decide ajudar um amigo com câncer a realizar uma difícil missão: impedir o assassinato de John Kennedy, um dos mais expressivos presidentes da história americana.

Como em todas as obras de Stephen King, o tema central é apenas o pano de fundo. Sendo assim a viagem no tempo fica até em segundo plano, já que alimenta um enredo cheio de tramas, experiências de vida e nostalgia.

Talvez Stephen King tenha se inspirado em Alice no País das Maravilhas, já que utiliza-se de uma passagem para voltar no tempo. E acessar um mundo, que para ele era novo e cheio de maravilhas. Quando o professor atravessa essa passagem e chega ao final da década de 50, descobre como era mais saudável e humano viver em um período sem celulares, computadores entre outros aparatos tecnológicos.

No livro, Stephen King deixa claro o quanto a sociedade mudou. O quanto se tornou mais egoísta à medida que evoluía tecnologicamente. Como o dinheiro se valorizou e os produtos ficaram mais caros. E os valores da vida se perderam com o passar das décadas.

Arrisco-me a dizer que Novembro de 63 está entre os cinco melhores livros do autor. E é uma trama perfeita para um ótimo filme. Tem suspense, mortes bizarras e brutais, ação, aventura, história e até uma boa dose de romance, que me fez torcer pelo par romântico do livro.

2013
Suma de Letras

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.