A importância da manta no processo de criolipólise

Escrevi esse post blog para um cliente em uma campanha de inbound marketing para chamar a atenção das esteticistas para a importância do produto desse cliente no trabalho delas.

Cliente: Technature

Link original: https://www.technature.com.br/site/2019/01/02/a-importancia-da-manta-no-processo-de-criolipolise/

 

A criolipólise já é uma tecnologia consolidada no mercado de estética brasileiro. Muitas clínicas pelo país que aplicam essa técnica obtêm resultados surpreendentes tanto com os seus pacientes, quanto financeiramente.

Os profissionais de estética e pacientes precisam ficar atentos não somente ao modelo da máquina, mas também com a qualidade da manta que usarão durante o procedimento.

O mercado de mantas para criolipólise já conta com diversas marcas, por um lado é muito bom, pois oferece mais possibilidades para os profissionais, mas pelo lado da biossegurança, os profissionais precisam dar muita atenção para essas membranas.

A membrana ou manta serve para proteger a pele das baixas temperaturas do processo térmico da criolipólise. Essa manta é embebida em um gel anticongelante, que garante a segurança do paciente.

O fisioterapeuta e professor universitário Dênis Barnes – autor do livro “Criolipólise: Abordagem científica baseada em evidências II” da Editora Essência do Saber – 2017 aborda em sua obra alguns procedimentos, características e cuidados necessários com a manta.

Primeiramente a membrana precisa manter as suas qualidades que garantam um procedimento seguro, como resistir às baixas temperaturas. A manta para criolipólise é composta por diversas substâncias, que garantem essa segurança, como: água deionizada, glicerina, vitaminas e óleos.

O profissional de estética precisa ter em mente que a manta foi desenvolvida para uso individual e precisa ser totalmente descartada após o procedimento, de acordo com as normas de biossegurança.

O autor alerta “Membranas que não tenham a devida homologação junto à ANVISA põem o profissional aplicador, bem como o paciente, em risco de lesões cutâneas.”.

Outra importância da membrana é de auxiliar no deslizamento da prega do tecido para dentro do aplicador. E a manopla deve ser disposta totalmente sobre a membrana, que deverá cobrir toda a área a ser tratada. Por esse motivo, não devemos cortar as mantas, as quais devem ter o tamanho compatível com o tamanho do aplicador escolhido, como orienta o autor.

A Technature, fabricante de mantas para criolipólise, também orienta aos seus clientes – Em hipótese alguma cortem a membrana para reaproveitamento do tecido. Pode haver perda do gel e falhas no tecido da membrana.

A importância da manta no processo de criolipólise

You May Also Like

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *